Hospital de Base recebe faixa com homenagem de paciente


Publicado em: 19 de julho de 2019

Após passar por neurocirurgia, Romilda comemora atendimento –

Nesta semana, profissionais do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) foram homenageados por uma paciente atendida na Unidade de Neurocirurgia do Hospital de Base (HB).

A senhora Romilda Vidal, de 59 anos, moradora da Cidade Ocidental, em Goiás, diagnosticada com um tumor no cérebro, conta que foi atendida de forma tão célere, eficiente e humanizada, que sentiu a necessidade de contar para todos que pudesse sobre sua passagem pelo HB.

“Há dois anos eu buscava no estado de Goiás por um diagnóstico que explicasse vários problemas de saúde que desenvolvi, e, neste ano, durante os meses de abril e maio foi uma luta diária, pois eu consultava, fazia exames e nada aparecia. Até que uma tomografia detectou um tumor de cerca de 450 ml. No dia 18 de junho, dei entrada no Hospital Regional de Santa Maria, encaminhada por uma unidade de saúde da Cidade Ocidental, e, na mesma noite fui encaminhada ao Base, já que o caso era de urgência”, conta Romilda.

De acordo com Romilda, no dia 22 de junho aconteceu sua cirurgia, que durou cerca de 12 horas, devido à complexidade do caso, e, após quatro dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), foi para o quarto, onde ficou até o dia 4 deste mês.

“Desde minha entrada no HRSM, até minha saída do Hospital de Base, a minha assistência foi a melhor possível. Todas as equipes prestaram um atendimento maravilhoso. Todas as nossas dúvidas foram sanadas com muita atenção e educação por parte de todos os profissionais. Por isso, resolvi fazer uma faixa para homenagear a Unidade de Neurocirurgia e os médicos que me assistiram movida pelo sentimento de gratidão, para que eles saibam que estão no caminho certo, pois, antes de serem médicos, são filhos, esposos, netos e humanos”, destaca.

Ainda, segundo dona Romilda, a repercussão do atendimento que teve foi em toda a sua comunidade.

“Recebi um tratamento humanizado, de pessoas que se colocam no lugar do outro e isso, com certeza, é visível até mesmo na rápida recuperação que tive. Há anos, já havia passado por atendimento no Hospital de Base, e posso garantir que não se compara ao que me foi prestado agora. Todos os visitantes que recebi ficaram boquiabertos com o que viram e puderam presenciar. Isso é motivo de muita alegria”, finaliza.

Dona Romilda com a enfermeira supervisora da Unidade de Neurocirurgia, Amanda Borges

O neurocirurgião, Flávio Leão, responsável pela cirurgia de dona Romilda, destacou a emoção que é o reconhecimento dos esforços que os profissionais fazem diariamente.

“Na jornada da medicina buscamos o melhor para que aquele que espera de nós se recupere com êxito. Pensamos sempre o quanto queremos que as pessoas retomem suas vidas, atividades e prazeres ao longo da recuperação, e cada procedimento cirúrgico é planejado para permitir que o paciente retome aos poucos sua rotina. Os agradecimentos e elogios tecidos pela senhora Romilda me movem a pensar que fiz a escolha profissional certa e me fortalecem a acreditar que sigo os ensinamentos dos grandes professores que conheci na residência. Agradeço a senhora Romilda pelas palavras, e comemoro junto com toda a equipe do HB que tem desempenhado seu papel com maestria”, diz o médico.

O diretor-presidente do IGESDF, Francisco Araújo, afirma que o gesto é a maior recompensa que a gestão pode receber pelo trabalho árduo que vem desenvolvendo.

“Essa parceria entre o IGESDF e a Secretaria de Estado de Saúde (SES) aqui no Distrito Federal tem nos rendido muitos louros, e esse caso é mais um exemplo. Por isso, ficamos orgulhosos de saber que trilhamos um caminho que está, aos poucos, sendo reconhecido como o melhor e que, certamente, beneficiará muitos outros pacientes que buscam um atendimento digno, humanizado e de qualidade, como é o que estamos oferecendo”, comemora o presidente Francisco.

Texto: Leilane Oliveira/IGESDF

Fotos: Davidyson Damasceno/IGESDF

Não deixe de compartilhar: