Projeto Humanizar é tema de reunião no Palácio do Buriti


Publicado em: 31 de julho de 2019

Iniciativa do IGESDF será coordenada pela primeira-dama do DF –

O segundo encontro para discussão da implantação do projeto Humanizar aconteceu na tarde dessa terça-feira (30) no Palácio do Buriti.

A primeira-dama do Distrito Federal, Mayara Noronha, reuniu-se com o diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF), Francisco Araújo, assessora especial, Elayne Rangel; coordenadora da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília, Vera Lúcia Bezerra da Silva, diretor de Ensino e Pesquisa do IGESDF, Everton Macêdo e assessores, para debater alguns pontos da iniciativa que consiste em colocar monitores nas recepções das Unidade de Pronto Atendimento (UPAs) e hospitais do instituto para acolher e orientar a população,com informações que possibilitem um melhor atendimento ao cidadão.

O diretor-presidente do IGESDF destacou que nas suas visitas às unidades de saúde do DF, tem constatado que a falta de informações é um dos maiores problemas encontrados pela população na saúde pública do DF.

“Ao longo desse tempo em que estamos visitando cada uma das nossas unidades, percebo, claramente, que a falta de conhecimento no andamento de suas demandas é um dos maiores empecilhos para que os pacientes sintam-se atendidos a contento. As pessoas ficam sem saber o que fazer e isso, muitas vezes, causa transtornos desnecessários. Por isso, a essência desse projeto é ser os olhos da gestão dentro de cada uma das unidades de saúde a fim de atendermos um dos pontos pactuados pelo governo Ibaneis Rocha que é a comunicação direta com a população”, afirmou Francisco.

A primeira-dama, Mayara Noronha, reiterou seu apoio ao projeto Humanizar e avaliou como bastante positiva a ação que trará orientações para a população do DF e que, já nas próximas semanas, será implantada nas unidades geridas pelo IGESDF.

“Sabemos das dificuldades que muitas pessoas, principalmente as mais humildes, têm na hora de dar andamento aos tratamentos de saúde especialmente por falta de informações adequadas. Por isso, acredito que o Humanizar vem de encontro a ideia do governo Ibaneis no sentido de trazer para a nossa comunidade serviços de qualidade, onde todos sintam-se acolhidos e atendidos de forma satisfatória”, acentuou a primeira-dama.

O QUE É O PROJETO HUMANIZAR – A ideia consiste em disponibilizar profissionais capacitados em acolhimento humanizado nas recepções de hospitais e UPAs para orientar os pacientes e dar encaminhamento às necessidades de cada caso. As ações do Projeto Humanizar iniciarão no Hospital de Base, Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e UPAs, que são geridas pelo IGESDF. Posteriomente, haverá expansão do projeto para as demais unidades da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Texto: Leilane Oliveira/IGESDF

Fotos: Ascom/IGESDF

Não deixe de compartilhar: