SALVAR VIDAS É O NOSSO COMPROMISSO.

Apresentação de projeto-piloto para tratar infarto movimenta Hospital de Base

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Representantes de secretarias de saúde de diversos estados participaram do debate organizado pelo IGESDF e SES – 

Na terça-feira (02), o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) recebeu no Hospital de Base (HB) cardiologistas das secretarias de saúde dos estados de Espírito Santo, São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro, além de alguns representantes de secretarias municipais dessas unidades federativas, para apresentação do projeto-piloto denominado Sprint, criado em parceria com a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF).

A médica da Unidade de Cardiologia do HB, Edna Maria Marques de Oliveira, conta que o alinhamento com a SES-DF prevê a integração dos hospitais regionais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) aos hospitais de referência cardiológica da Rede de Saúde do Distrito Federal – Hospital Regional de Taguatinga e do Gama, e aos centros de hemodinâmica, sediados no Hospital de Base e Instituto de Cardiologia do DF, utilizando um aplicativo instalado em um tablet.

“O projeto visa levar o diagnóstico e tratamento precoce para os pacientes com Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), que ainda é a principal causa de morte no DF e no Brasil. O dispositivo permitirá a comunicação entre as equipes médicas, com possibilidade de discussão do caso clínico do paciente e, ainda, uma segunda opinião, em tempo real, o que trará celeridade para o início dos tratamentos mesmo que o paciente não esteja no centro de referência em cardiologia no exato momento”, explica.

Edna afirma o que esse é um marco para o IGESDF que, certamente, terá uma melhora significativa em seus indicadores de qualidade.

“Nós estamos, constantemente, buscando a excelência no atendimento. E com essa ferramenta que chega às mãos dos profissionais de todas as unidades geridas pelo IGESDF, teremos possibilidades ainda maiores de atingir esse objetivo aumentando a eficácia nos tratamentos de IAM”, destaca.

Para o diretor-presidente do IGESDF, Francisco Araújo, “a partir de agora, com essa ferramenta e nossa gestão junto às UPAs, poderemos construir e garantir o atendimento com maior rapidez e possibilitar resultados mais efetivos para nossos pacientes. E é nesse caminho que queremos continuar, ampliar cada vez mais nossa atuação dentro de nossas unidades para que, pouco a pouco, possamos oferecer para toda a população uma saúde pública de excelência no nosso Distrito Federal”.

O aplicativo é validado por órgãos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); Administração de Comidas e Remédios dos Estados Unidos (FDA) e Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

Texto: Leilane Oliveira/IGESDF

Foto: IGESDF

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72