Dia de atenção à disfagia é celebrado no Base


20/03/2019 - 14h33

Profissionais entregaram panfletos para alertar pacientes e profissionais sobre o problema, que gera dificuldade de engolir

Nesta quarta-feira (20), é celebrado o Dia de Atenção à Disfagia, uma alteração na deglutição (ato de engolir) que pode ter várias causas. Para fazer um alerta sobre o tema, equipes de Fonoaudiologia do Hospital de Base visitaram diversos setores do hospital para alertar pacientes e profissionais.

“A disfagia é um sintoma no qual se apresenta dificuldades para engolir. Não é uma doença, mas um sinal de que algo está atrapalhando a deglutição. As principais causas da disfagia são traumatismo craniocerebral, envelhecimento, tumores e doenças neurodegenerativas”, informou a líder da equipe de Fonoaudiologia, Maria Alice Costa.

Segundo ela, além da dificuldade de engolir, os sintomas envolvem tosse frequente durante ou após comer e beber, engasgos e sensação de alimento parado na garganta.

“Nós entregamos folders com informações sobre os sintomas, fatores de risco e diagnóstico. Também estamos esclarecendo dúvidas tanto das equipes do hospital, quanto de pacientes”, disse .

ENTENDA – A disfagia pode levar à desnutrição, desidratação, pneumonia aspirativa e até causar o óbito. O fonoaudiólogo é o profissional indicado para fazer o diagnóstico, orientar e fazer a reabilitação do paciente.

No Hospital de Base, diversos setores contam com fonoaudiólogo para realizar avaliações para o diagnóstico, definição de conduta e tratamento dos pacientes internados. O atendimento ambulatorial é oferecido em unidades da Secretaria de Saúde do DF.

DATA – O Dia de Atenção a Disfagia é celebrado em 20 de março em razão da publicação da Resolução CFFa nº383 de 20 de março de 2010, que dispõe sobre as atribuições e competências relativas à especialidade em Disfagia pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia.

TEXTO: Ailane Silva/IGESDF

FOTOS: Lúcio Távora/IGESDF