Governador assina ato para construção de sete novas UPAs


27/12/2019 - 14h44

Unidades serão construídas em Brazlândia, Ceilândia, Gama, Riacho Fundo II, Planaltina, Paranoá e Vicente Pires – 

Em breve, as obras para erguer as novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em sete regiões administrativas do Distrito Federal serão iniciadas. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha,  assinou, nesta quarta-feira (18), o ato convocatório para contratar as empresas que irão construir as estruturas.

Brazlândia, Ceilândia, Gama, Riacho Fundo II, Planaltina, Paranoá e Vicente Pires são as regiões administrativas escolhidas para receber as UPAS. Somadas as já existentes, serão 13 ao todo no DF, sendo o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF) responsável pela gestão de todas elas. Cada unidade terá área construída de 1.029,75 metros quadrados.

O chefe do Executivo ressaltou que a medida visa ampliar a capacidade de atendimento e dar capilaridade ao sistema de atendimento da saúde. “É a convicção de que estamos avançando na solução dos problemas da saúde e eu tenho certeza que essas UPAs serão muito bem utilizadas”, comemorou o governador.

Segundo ele, 28 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que eram chamadas antigamente de centros de saúde, também serão construídas no próximo ano. “Com isso, a gente distenciona o sistema de saúde do Distrito Federal e dá um atendimento de qualidade para população”, concluiu.

O diretor-presidente do IGESDF, Francisco Araújo, esclareceu que as sete novas UPAS terão estrutura reforçadas. “Construiremos as UPAs de maneira rápida, mas não serão como as já existentes, que têm estrutura modular e já estavam com o piso todo desgastado por baixo. As novas serão de alvenaria”, destacou.

“Ainda não tínhamos começado as obras porque estamos respeitando todos os ritos legais. Houve uma recomendação do Ministério Público, nós, prontamente, ouvimos e dialogamos com o presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), Rafael Prudente (MDB), em nome de quem quero agradecer a todos os deputados distritais”, disse, ao se referir à recomendação para enviar o Projeto de Lei nº 748/2019, do Poder Executivo local, à CLDF, o qual foi aprovado no dia 10 de outubro, em primeiro e segundo turnos, pela maioria dos deputados distritais, e sancionado nesta terça-feira (17), pelo governador.

As novas UPAs serão porte 1. O processo de contratação será divulgado nesta quinta-feira (19), no site do IGESDF. A previsão é de que a abertura das propostas seja feira no dia 14/1/19. Informações poderão ser solicitadas pelas empresas interessadas pelo e-mail: compras.servicos@igesdf.org.br.

 

Texto: Ailane Silva/IGESDF

Fotos: Davidyson Damasceno/IGESDF