Hospital de Base atende 120 pacientes em força tarefa de consultas oncológicas


11/01/2020 - 13h35

Ação que ocorre neste sábado (11) tem como objetivo acelerar o tratamento de quem foi diagnosticado com a doença

 

Neste sábado (11/1), 120 pacientes que aguardavam pela primeira consulta de oncologia estão sendo atendidos no ambulatório do Hospital de Base. No total, 14 médicos oncologistas atuam nesta força-tarefa para acelerar o atendimento e, assim, possibilitar o início do tratamento com mais rapidez.

 

“Essa é uma ação que faz a diferença, porque o paciente, além de ter acesso à primeira consulta, terá a sequência do tratamento com consultas de retorno, diagnóstico por imagem, análise clínica, realização de biopsia, cirurgia, quimioterapia, radioterapia e demais procedimentos”, ressaltou o vice-presidente do IGESDF, Sérgio Costa.

 

Os pacientes convocados estavam na fila da central de regulação da Secretaria de Saúde há meses. Além do atendimento médico, os pacientes recebem orientações, participam de palestras e recebem material informativo de fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos, farmacêuticos, assistentes sociais e nutricionistas.

 

Laboratório e raio-x também estão de prontidão para realizar exames na hora do atendimento ou agendar de imediato a depender de cada caso.

 

“Essa é uma iniciativa muito boa. Gosto muito do atendimento daqui. Espero que o hospital continue realizando essas ações, porque muitas pessoas estão aguardando, assim como eu estava, e graças a Deus eu fui chamada”, elogiou a paciente Isabel Lacerda, 36 anos, moradora da Ceilândia.

 

“Sabemos da longa batalha dos pacientes com câncer. Nosso trabalho aqui é acelerar o tratamento. Em um único dia, vamos atender um número maior de pacientes do que atendemos normalmente em um mês. Nossa média de oferta mensal é de 110 consultas de primeira vez e, hoje, estão sendo 120”, ressaltou o chefe da Oncologia, Allan Pereira.

 

 

DADOS – Em média, o HB oferta 110 vagas para primeira consulta oncológicas mensalmente. Neste mês, serão 215. No total, o Base conta com 32 oncologistas, bem como uma enfermaria grande que interna até 35 pacientes. Na quimioterapia, são feitas aproximadamente 45 sessões diariamente. Já na radioterapia, 50 pacientes são tratados.

 

 

Texto: Ailane Silva/IGESDF

Fotos: Davidyson Damasceno/IGESDF