Hospital de Base atende normas de vigilância sanitária


01/04/2019 - 14h14

Após ser submetida a vistorias, unidade recebeu licença de 2019 que atesta aptidão para o exercício das atividades

O Hospital de Base está em conformidade com todas as normas sanitárias exigidas para o funcionamento das atividades. A licença sanitária referente ao exercício de 2019, que atesta as boas práticas e a regularidade legal, foi entregue, na sexta-feira (29), pela Diretoria de Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde do DF.

Produzido pelos auditores da Vigilância Sanitária, o relatório aponta diversas melhorias como o aumento no quantitativo de recursos humanos, regularização do abastecimento de medicamento, insumos e materiais indispensáveis ao serviço.

“Essa é uma grande conquista, porque comprova que o trabalho desenvolvido por nossa gestão nesse hospital preza pela excelência dos serviços prestados à população do Distrito Federal, cumprindo orientação expressa do governador Ibaneis Rocha. O objetivo é avançar ainda mais nessas melhorias”, afirmou o diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), que administra o hospital, Francisco Araújo.

A unidade foi submetida a diversas inspeções para avaliar o funcionamento dos serviços, a estrutura, as boas práticas, os riscos à saúde, bem como a conformidade das referências legais na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto, Pediátrica e Neonatal.

“Estamos no caminho certo. É importante atuar de acordo com as normas para garantir o bom atendimento aos nossos pacientes, principalmente, dos que estão internados na UTI”, finalizou a médica responsável técnica pela UTI Trauma do Hospital de Base, Jordana Rey.

O Hospital de Base conta com o Escritório de Qualidade e a Assessoria de Compliance, que monitoram os serviços prestados para manter o funcionamento de acordo com as exigências da Anvisa e da SVS. Com a expansão do modelo Iges-DF para Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Hospital Regional de Santa Maria, a Assessoria de Compliance deu início ao processo de solicitação de licença sanitária de 2019 de todas essas unidades.

Texto: Ailane Silva/Iges-DF

Fotos: Lúcio Távora/Iges-DF