Hospital de Base já retomou cirurgias para implantar marca-passo


19/03/2019 - 18h28

Equipe de cardiologia fez cinco operações nesta terça-feira (19)

O Hospital de Base, gerido pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (IGESDF), retomou a realização de cirurgias para implantação de geradores marca-passo, nesta terça-feira (19). Ao longo do dia, foram feitas cinco operações e a previsão é de que, nesta quarta-feira (20), mais procedimentos sejam realizados.

As cirurgias foram temporariamente suspensas, porque aproximadamente 50 unidades de marca-passo que estavam no estoque foram entregues com defeito de fabricação pelo fornecedor, que já foi notificado para fazer a substituição.

Para solucionar de forma rápida o problema, sem causar prejuízos à população, o IGESDF fez a reposição imediata do produto. Além disso, um novo processo de compras está em curso para garantir o abastecimento regularizado.

“Recebemos 50 marca-passo e já estamos atendendo os pacientes de acordo com a classificação de gravidade. Por semana, realizamos pelo menos 15 cirurgias, ultrapassando a soma de 50 no final do mês”, disse o chefe do serviço de Cirurgia Cardíaca, o médico Joaquim Vieira, ao lembrar que a fila de espera pelo procedimento é regulada pela Secretaria de Saúde do DF.

ENTENDA – Marca-passo é um dispositivo com bateria integrada composto por um gerador de pulsos que é conectado ao coração para manter o ritmo cardíaco em uma frequência regular.
O aparelho é indicado para pessoas com frequência muito baixa ou que apresentam falhas no coração, causando cansaço ou tonturas, além de outros problemas.

 

Texto: Ailane Silva/IGESDF

Fotos: Lúcio Távora/IGESDF