Pontos de hemodiálise são ativados no Pronto-Socorro do Hospital de Base


28/04/2020 - 17h36

Ação evitará deslocamentos de pacientes para unidade de internação

 

O Hospital de Base (HB) iniciou a semana com mais uma grande conquista. Após quase 60 anos, dois pontos de hemodiálise foram ativados no Pronto-Socorro.

De acordo com a supervisora da Nefrologia do HB, Ludyanne de Lima, os pontos foram instalados quando a unidade de saúde foi construída, porém, por falta de recursos humanos e equipamentos passaram todos esses anos desativados.

“Esse foi um ganho enorme para toda a equipe e para a nossa instituição. A ativação desses pontos possibilitará que pacientes que necessitem desse atendimento de emergência sejam assistidos no próprio PS e não tenham que subir para o andar onde tratamos os pacientes crônicos e os internados. Haverá menos concorrência nas vagas e o fluxo será melhor”, explica a supervisora.

Segundo o superintendente do HB, Weldson Muniz Pereira, havia uma grande necessidade da prestação desse serviço e agora o Hospital de Base entra em uma nova fase e o atendimento será ainda mais célere.

“Pacientes de alta complexidade tinham a necessidade desse atendimento que está sendo suprido agora. Além disso, como estamos em um momento de enfrentamento da pandemia, esses pontos de diálise do PS ficarão disponíveis para utilização de pacientes com suspeita de Covid-19, o que nos ajudará a evitar intercorrências já que o fluxo acontecerá todo em área específica para o tratamento da doença”, destaca o superintendente.

O diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF), Sergio Costa, comemora a nova conquista.

“Diante de tantas adversidades que temos vivido, poder colocar em funcionamento serviços que trazem mais agilidade aos atendimentos e conforto para os pacientes é um grande orgulho para nosso instituto. E é nesse ritmo que mantemos nosso trabalho”, afirma Sergio.

NEFROLOGIA – Atualmente, o Hospital de Base conta com uma unidade de Nefrologia localizada no 9º andar do prédio da internação. A central de diálise atende, em média, 28 pacientes diariamente. Para aumentar a capacidade de atendimento, a unidade conta com mais quatro vagas noturnas nas segundas, quartas e sextas-feiras.

 

Texto: Leilane Oliveira/IGESDF

Fotos: Divulgação/IGESDF