Brigadistas do IGESDF já treinaram mais de 400 colaboradores

Capacitação é baseada em técnicas de combate a princípios de incêndio e procedimentos de evacuação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Thaís Umbelino

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) já realizou o treinamento de 470 colaboradores em técnicas de combate a princípios de incêndio e procedimentos de evacuação pela Brigada Voluntária. A ação teve início em meados de 2019 e se manteve mesmo durante a pandemia, quando foram seguidas todas as medidas de prevenção contra a covid-19.

Coordenado pela equipe de brigadistas do IGESDF, a capacitação foi realizada no Hospital de Base, onde foram treinados 244 colaboradores; no Hospital Regional de Santa Maria, para 158 colaboradores e nas unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de São Sebastião, Sobradinho, Núcleo Bandeirante e Recanto das Emas, com a participação de 68 colaboradores.

O curso está previsto nas normas técnicas da Brigada de Incêndio do Corpo de Bombeiros, que estipulam que 10% da população fixa das unidades de saúde sejam treinadas. Ele é dividido em duas etapas. A primeira é de atividades teóricas, em que os colaboradores aprendem sobre os tipos de extintores, suas formas de uso e recomendações de como proceder em casos de incêndio. A segunda consiste em atividades práticas para manuseio dos extintores, bem como apagar um incêndio em um tambor em chamas, em um ambiente totalmente controlado pelos instrutores.

De acordo com o engenheiro de segurança do trabalho da Coordenação de Saúde, Segurança e Qualidade de Vida no Trabalho (CSSQT), Lúcio Flávio, as capacitações acontecem mensalmente nas unidades do IGESDF. “O objetivo é garantir a participação e treinamento dos colaboradores que atuam no instituto”, afirmou.

O bombeiro civil Renato Gomes, responsável pelo treinamento no HB, entende que esforços devem ser feitos para que o curso seja realizado mesmo diante da pandemia, desde que todos os cuidados sejam tomados. “O treinamento é necessário para que as equipes e que os profissionais estejam preparados e saibam o que fazer na hora do sinistro”, defendeu.

 Os brigadistas são pessoas capacitadas para atuar na prevenção e no combate a princípios de incêndio. Ao todo, 42 brigadistas compõem o quadro do Iges, sendo 20 atuando no Hospital de Base, 14 no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e oito na UPA de Ceilândia. O serviço nas unidades de saúde é terceirizado, realizado pela empresa City Service. Agora, novas capacitações já estão sendo planejadas para treinar mais colaboradores.

Edição: Ailane Silva

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72