SALVAR VIDAS É O NOSSO COMPROMISSO.

Campanha do Iges reuniu 34 colaboradores para doarem sangue

Durante dois dias, um ônibus fez o transporte dos profissionais que aderiram ao ato de solidariedade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Thaís Umbelino

Promovida pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), a campanha “Quem doa, salva. Doe sangue” conseguiu reunir 34 profissionais para ajudar a repor os estoques de sangue da Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), que enfrenta baixa do insumo durante a pandemia da covid-19.

Coordenada pela Gerência de Saúde, Segurança e Qualidade de Vida no Trabalho (Gesas) do Iges, a iniciativa garantiu transporte gratuito para levar, durante os dias 19 e 20 de abril, os colaboradores do local de trabalho até a central de doação, na Asa Norte. Já que cada bolsa tem, em média, 450 ml de sangue, o resultado foi um reforço de cerca de 15,3 litros do insumo.

A iniciativa para incentivar a doação de sangue é realizada desde 2020. Quem participa desde então é o chefe de Núcleo, Patrimônio e Almoxarifado das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Francisco Neto, de 48 anos, de tipo sanguíneo B positivo. Ele conta que já fez seis doações de sangue, sendo quatro pela campanha do Iges e duas por iniciativa própria.

“Trabalhamos na Saúde e acompanhamos o drama das pessoas que estão nos hospitais e nas UPAs que dependem de doações de sangue para viver. Sabemos que a demanda é muito maior do que as pessoas imaginam”, declarou. “Por isso, essa foi uma iniciativa muito boa do Iges”, concluiu.

Afonso Augusto Gedeon, 26 anos, chefe do Núcleo de Projetos Estratégicos, também abraçou a causa e contribui no abastecimento dos estoques de sangue do tipo A positivo. “Comecei a doar em 2020, a pedido de um amigo, que comemorou o aniversário dessa forma. Hoje eu mantenho essa corrente do bem e sempre busco incentivar outras pessoas”.

Davidyson Damasceno/Ascom Iges-DF
Colaboradores do Iges-DF doam sangue para salvar vidas. Do lado direito da foto, Francisco e Afonso.

De acordo com o gerente do Gesas e idealizador da campanha, Caio Oliveira Martines, o projeto vai acontecer mais vezes durante este ano. “Ainda estamos organizando o calendário, mas queremos garantir que as doações se mantenham e ajudem muitas famílias que precisam”, declarou, agradecendo o apoio dos colaboradores.

Hemocentro precisa de mais doações

Com a pandemia do coronavírus, tem sido difícil manter os estoques de hemocomponentes. A doação de sangue vem caindo desde o final do ano passado, segundo o Hemocentro de Brasília. Para manter o estoque normalizado, são necessárias entre 170 e 200 doações por dia. Mas o número de doações atualmente está entre 150 e 160 coletas diárias. As coletas agendadas também diminuíram. Hoje, apenas 75% dos doadores agendados comparecem à coleta.

Quem tiver interesse em doar deve ter idade entre 16 anos completos (com autorização dos pais) e 69 anos. É necessário pesar mais de 50 quilos e apresentar documento de identidade original com foto. Não precisa estar em jejum.

As doações são agendadas previamente pelo site Agenda DF ou pelo telefone 160, opção 2. O Hemocentro de Brasília fica no Setor Médico Hospitalar Norte, Conjunto A, Bloco 3, e funciona de segunda a sábado, das 7h às 18h.

Veja a galeria de fotos:

Edição: Ailane Silva

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72