Dia Mundial da Segurança do Paciente é celebrado no Hospital de Base


17/09/2020 - 16h27

Unidade foi decorada com balões para lembrar profissionais da importância do tema

Cuidar dos pacientes garantindo a segurança de todos os procedimentos faz parte da rotina dos mais de 4 mil colaboradores que atuam no Hospital de Base (HB). Nesta quinta-feira (17), Dia Mundial da Segurança do Paciente, a unidade foi decorada com balões laranja, cor símbolo da data criada pela Organização Mundial da Saúde – OMS, para reforçar a importância do tema.

A OMS reconhece que a segurança do paciente é uma prioridade global e criou as metas internacionais de segurança do paciente. São elas: identificação correta do paciente, comunicação efetiva, melhorar a segurança dos medicamentos, cirurgia segura, reduzir o risco de infecção associado ao cuidado, reduzir o risco de danos aos pacientes resultante de quedas. Preocupado com o assunto, o HB ainda criou mais duas, que são prevenção de quedas e alerta precoce.

“Segurança do paciente é adotar medidas para que todos os procedimentos ocorram de forma segura e que todos os erros ou problemas evitáveis sejam eliminados”, disse o superintendente do Hospital de Base, Lucas Seixas.

Uma das ações realizadas no Hospital de Base para evitar que o paciente sofra com danos previsíveis e evitáveis foi a implantação do sistema de gestão, que alerta os profissionais sobre riscos de acordo com cada paciente e medicação prescritos.

“Um medicamento pode gerar risco maior de sangramento e probabilidade de hipotensão. Então, o sistema já vai alertar o profissional que existe esse risco, então, vamos ampliar a observação para que o paciente não tenha essa intercorrência”, esclareceu o enfermeiro da Hemodinâmica, Stanlei Mendes.

A chefe do Serviço de Hemodiálise, Radiologia e Medicina Nuclear, Sirlei Moraes, destacou que os cuidados com os pacientes são diários no setor que gerencia. “A maioria dos nossos pacientes tem dependência da equipe de enfermagem, porque vem fazer procedimento de alta complexidade na hemodinâmica, então, é necessário prevenir possíveis quedas e outras intercorrências de acordo com cada paciente”, exemplificou.

Em comemoração ao Dia Mundial de Segurança do Paciente, a Gerência de Qualidade e Riscos também lançou na Plataforma EAD do IGESDF um espaço todo voltado a Qualidade e Segurança do Paciente, sendo que a primeira aula já pode ser acessada e trata sobre “Notificações de Incidentes”.

Texto: Ailane Silva/IGESDF

Fotos: Thamara Amorelli/IGESDF