SALVAR VIDAS É O NOSSO COMPROMISSO.

Em ritmo acelerado, obra da UPA de Planaltina atinge 55% de conclusão

Nesta sexta-feira (7), governador visitou a estrutura que deve ser finalizada até julho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Ailane Silva

Um trator, um caminhão betoneira e mais de 40 operários trabalhavam a todo vapor na manhã desta sexta-feira (7), quando o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, chegou à obra da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Planaltina. Ele foi pessoalmente conferir como estavam os trabalhos para que a estrutura, que já está 55% pronta, seja totalmente concluída em julho deste ano.

A unidade, que vai ampliar o acesso da população aos serviços de saúde, terá capacidade para atender até 4,5 mil pacientes por mês. O custo dessa obra é de R$ 6.191.043,76 e, aproximadamente, R$ 1,2 milhões em equipamentos médico-hospitalares. Todo o recurso é repassado pela Secretaria de Saúde do DF.

“A UPA é uma obra muito esperada por todos que residem nessa região. É uma população muito grande e, a partir de agosto deste ano, com a entrega do prédio, a UPA funcionará e a gente espera melhorar a saúde da população aqui da região”, destacou o chefe do Executivo.

Presente na vistoria, o diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF, Gilberto Occhi, garantiu que há recursos disponíveis para conclusão da obra. Segundo ele, a construção em breve vai entrar na fase de acabamento e o IGESDF já está fazendo a seleção dos profissionais que vão trabalhar no local.

“O governador está construindo um grande legado. Essa é só mais uma das sete UPAs que estão sendo erguidas em todo o Distrito Federal, que terá, quando todas as obras terminarem, mais do que o dobro da quantidade de UPAs existentes ”, ressaltou Occhi, ao contabilizar que hoje o DF possui seis UPAs e, com as novas, serão 13 unidades para atender a população.

Ibaneis Rocha, que estava acompanhado do secretário de Saúde, Osnei Okumoto, e de outras autoridades, também entregou hoje o hospital de campanha montado no Estádio Bezerrão, no Gama. A unidade tem leitos equipados com suporte de diálise, monitores paramétricos e bombas de infusão.

Em Planaltina, o governador também visitou as obras da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Vale do Amanhecer, do Albergue que será transformado escola e da obra da nova entrada de Planaltina. Ele, ainda, inaugurou o Campo Sintético do Arapoanga e visitou a Praça Vila Vicentina e a Escola Classe 16.

NOVAS UPAS

As sete novas UPAs devem ser entregues ainda em 2021. O custo estimado de todas, incluindo equipamentos, é de pouco mais de R$ 46 milhões, que devem ser repassados pela Secretaria de Saúde.

Assim como as unidades já existentes, as novas UPAs serão administradas pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF).   As novas unidades têm 1,2 mil metros quadrados cada para atender urgência e emergência e contam com dois leitos de Sala Vermelha, seis leitos de observação, um leito de isolamento, 10 poltronas de medicação/inalação e três consultórios. Elas vão oferecer exames laboratoriais de urgência e raio-x.

Quando concluídas, terão capacidade de acolher cerca de 30 mil pessoas por mês (cada uma com cerca de 4,5 mil atendimentos). Somadas, as novas unidades terão 63 leitos, sendo 42 de observação, 14 de emergência e sete de isolamento.

No caso da UPA de Planaltina, serão concluídas as instalações elétricas e hidrossanitárias, revestimentos e acabamentos, esquadrias, instalação de gases medicinais e finalização da urbanização externa.

ESTÁGIO DAS UPAS:

UPA CEILÂNDIA 92% – conclusão em maio

UPA PARANOÁ – 80% – conclusão em junho

UPA RIACHO FUNDO 2 – 70% – conclusão em junho

UPA DO GAMA – 62% – conclusão em julho

UPA BRAZLÂNDIA – 60% – conclusão em julho

UPA PLANALTINA – 55% – conclusão para julho

UPA VICENTE PIRES – 50% – conclusão em julho

 

UPAS EXISTENTES: Atualmente a rede pública de saúde do Distrito Federal conta com seis UPAs, que funcionam em regime de 24 horas em Ceilândia, no Núcleo Bandeirante, no Recanto das Emas, em Samambaia, em São Sebastião e em Sobradinho.

 

Veja a galeria de fotos:

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72