Enfermarias do 10º andar no Base recebe poltronas novas


28/04/2020 - 16h17

São 51 unidades que serão usadas por acompanhantes

O décimo andar do Hospital de Base recebeu 51 poltronas acolchoadas para acompanhantes para substituir antigas que estavam em mal estado de conservação, bem como fazer a reposição onde os equipamentos eram insuficientes. Os itens foram adquiridos pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF). Cada uma custou R$ 714,29 e o investimento total foi de R$ 36,4 mil.

As seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Distrito Federal já tinham recebido 78 poltronas do mesmo tipo no mês passado.

“Queremos dar mais conforto para os acompanhantes, que são fundamentais para ajudar no cuidado ao paciente. Estamos dando continuidade ao processo de renovação do mobiliário em todas as nossas unidades. Já entregamos cadeiras para áreas comuns, cadeiras de rodas e de banho e diversos outros itens que vão oferecer todo o conforto necessário para o atendimento humanizado”, ressaltou o diretor-presidente do IGESDF, Sergio Costa.

“Essas cadeiras vem contribuir para o nosso perfil assistencial, porque apesar de estarmos enfrentando uma pandemia, não deixamos de assistir nossos outros pacientes e acompanhantes”, reforçou o superintendente do Hospital de Base, Weldson Muniz.

 

“Todas a cadeiras do décimo andar para acompanhantes sendo trocadas é maravilhoso. O trabalho em equipe é fantástico”, disse a coordenadora da Rede Feminina de Combate ao Câncer, que atua no 10º assistindo pacientes com câncer, Vera Lúcia.

COMODIDADE – As poltronas hospitalares são reclináveis, acolchoadas e com apoios para pés e braços. Elas garantirão conforto e bem estar para aqueles que passarão por procedimentos e receberão medicação nas UPAs.

MAIS INVESTIMENTOS – Desde o ano passado, o IGESDF já fez entrega de 159 cadeiras de rodas, 300 cadeiras de banho e 968 cadeiras para áreas comuns, 64 novas macas para exames em consultório médico, 312 novas prateleiras, 38 carrinhos de emergência, três mesas cirúrgicas, 101 beliches para repouso médico, beneficiando os hospitais de Base e o de Santa Maria, além das seis UPAs do Distrito Federal.

Texto: Ailane Silva/IGESDF
Fotos: Davidyson Damasceno/IGESDF