Hospital de Base terá mais 20 leitos de UTI


17/05/2020 - 16h59

Com abertura de mais vagas, atendimentos para covid-19 ganham reforço

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) tem trabalhado para que a assistência prestada aos pacientes que procuram as unidades que o compõem possam ser atendidos de forma efetiva e eficaz.

Desenvolvendo diversas ações em consonância com o plano de enfrentamento e contingenciamento da epidemia do novo coronavírus, os gestores do instituto investem em ações para dar suporte aos pacientes referenciados no Hospital de Base(HB).

Exemplo disso, são os 20 novos leitos de UTI abertos nessa semana no HB. Com 10 leitos em uma das salas utilizadas anteriormente como UTI pediátrica no quarto andar do prédio do Pronto-Socorro e mais 10 no sétimo andar da internação, a unidade de saúde contará com mais suporte para demandas de pacientes acometidos pela covid-19.

“Nossa ideia é que o Hospital de Base, conforme sempre foi, seja um apoio à rede pública de saúde nesse momento de combate a essa pandemia. E com a abertura de mais leitos de UTI sabemos que conseguiremos dar uma resposta mais efetiva para o população do Distrito Federal quando as demandas aumentarem”, afirma o presidente do instituto, Sergio Costa.

Sergio, que esteve em visita a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Samambaia na manhã deste sábado, destacou também que a atuação do IGESDF tem suprido as diretrizes da Secretaria de Saúde (SES), o que, certamente, auxiliará quando o pico da covid-19 atingir o Distrito Federal.

”Temos seguido as diretrizes do governador Ibaneis Rocha e agido de forma antecipada desde o início dessa pandemia, há 71 dias. E, justamente essa nossa antecipação é que tem nos permitido estar em uma situação amena até o momento. Por isso, nosso trabalho continuará seguindo essa lógica”, completa.

UPA DE SAMAMBAIA– A visita na UPA de Samambaia na manhã deste sábado serviu para um contato direto com os profissionais que atuam na unidade.

O presidente do IGESDF destacou as medidas do instituto para com a saúde e bem-estar dos colaboradores e pacientes e reafirmou o compromisso com a segurança de todos.

“A ideia dessa gestão é a proximidade com todos os que colaboram para que possamos oferecer atendimento de excelência para a nossa comunidade. Minha visita ao local, que também teve a presença do nosso diretor de atenção à saúde, Fabiano Dutra, além da superintendente de atenção pré-hospitalar, Nadja Regina, e a representante do Conselho de Saúde do DF, Jeovânia Rodrigues, é justamente para saber quais as necessidades dos profissionais da ponta. Estamos fazendo mudanças de fluxos e protocolos, porém, o trabalho continua no mesmo sentido: prevenção e cuidado com todos”, salientou o presidente Sergio.

Texto: Ascom/IGESDF
Fotos: Davidyson Damasceno/IGESDF