Hospital de Santa Maria abriu 20 leitos de retaguarda para pacientes de Covid-19


23/06/2020 - 09h47

Outros 25, totalizando 45, estão sendo montados. Vagas de internação vão otimizar em 50% o funcionamento dos leitos de UTI

O Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) está ativando 45 leitos de retaguarda para receber pacientes com a Covid-19, sendo que os 20 primeiros já estão em funcionamento. Nesta segunda-feira, 22, o diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF), Sergio Costa, verificou as adequações que estão sendo realizadas no hospital para abrir as novas vagas.

Segundo ele, “esses novos leitos equipados com suporte de oxigênio vão permitir a otimização das UTIs, pois, os pacientes farão a recuperação nessas novas áreas, cumprindo exigência do Ministério da Saúde de que o paciente fique mais 72 horas se recuperando no hospital, depois que sai da UTI”.

Acompanhado do Superintendente do HRSM, Olavo Müller, e do Superintendente Operacional, Ubiraci Nogueira, o diretor-presidente também visitou os espaços e as mudanças de fluxo necessárias para receber os novos leitos. Sergio Costa ressaltou que “essa é mais uma entre tantas melhorias que o instituto está realizando para humanizar e tornar o atendimento mais eficiente neste momento de grave crise vivida com a pandemia”.

Para Olavo Müller “os 20 leitos no quarto andar que já estão funcionando e 25 leitos no terceiro andar otimizam em mais de 50% a UTI, pois é possível, com os leitos de retaguarda os pacientes serem liberados e aguardarem a alta com segurança”.

NOVAS REFORMAS – O Hospital Regional de Santa Maria está recebendo várias melhorias. Uma reforma completa na entrada do pronto socorro está em andamento, com barreira visual, preservando o paciente com suspeita de Covid-19, bem como servir de proteção a colaboradores e pacientes na hora da triagem.

O Heliponto recebeu nova pintura de identificação, foram trocadas todas as lâmpadas de iluminação para pouso e decolagem noturna. A biruta foi completamente restaurada.

 

Texto: Mara Moreira/ Agência IGESDF

Fotos: Davidyson Damasceno/Agência IGESDF