Humanizar: troca de experiências marca encerramento de oficinas

Em três dias de atividades, profissionais do Iges reforçaram conhecimentos sobre atendimento humanizado na saúde pública

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Thays Rosário

oficinas humanizar último dia HRSM
Roda de conversa durante oficina no HRSM, no terceiro e último dia do circuito do Humanizar

Mais de 150 profissionais do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) participaram do 1º Circuito de Oficinas do Humanizar, encerrado nesta quarta-feira (13). Foram três dias de workshops no Hospital de Base (HB) e no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), com a presença de chefes setoriais e de auxiliares de atendimento dos dois hospitais e das seis unidades de pronto atendimento (UPAs) do DF. 

“Estamos muito felizes com o envolvimento dos colaboradores. Todos se mostraram comprometidos com a nossa visão de oferecer um atendimento de mais qualidade aos pacientes”, celebrou Larissa Miriam Andrade, assessora da Diretoria de Inovação, Ensino e Pesquisa (Diep) e organizadora do evento.

Ákila Priscila Rocha de Souza, de 30 anos, atua no projeto Humanizar há 1 ano e 2 meses e participou do treinamento no HRSM hoje. “Aprimorei minha capacidade de ouvir e entender as necessidades dos usuários e, dessa forma, ser capaz de ajudá-los de maneira mais precisa”, acrescentou.

Para Thiago Braga, auxiliar de atendimento no Hospital de Base, o circuito de oficinas trouxe uma nova perspectiva de atuação quanto ao trabalho já realizado. “O evento foi bastante proveitoso, com palestras de profissionais de qualidade. O meu desejo é que esse conhecimento possa se propagar por todas as unidades e que sejamos referência em atendimento humanizado.”  

oficinas humanizar último dia HRSMSobre o Humanizar

Criado em 19 de novembro de 2019, o projeto Humanizar segue as diretrizes estabelecidas pela Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde. A proposta é melhorar a relação entre pacientes, familiares e profissionais com acolhimento logo às portas de entrada das unidades de saúde.

Inicialmente, foi implementado no Hospital de Base, sendo depois levado para o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e para as seis UPAs. Atualmente o projeto é composto por 111 colaboradores, entre gestores, consultores, analistas e auxiliares.

Edição: Marina Mercante

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72