Humanizar: troca de experiências marca encerramento de oficinas

Em três dias de atividades, profissionais do Iges reforçaram conhecimentos sobre atendimento humanizado na saúde pública

Thays Rosário
13/01/2021 - 18h49

oficinas humanizar último dia HRSM
Roda de conversa durante oficina no HRSM, no terceiro e último dia do circuito do Humanizar

Mais de 150 profissionais do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) participaram do 1º Circuito de Oficinas do Humanizar, encerrado nesta quarta-feira (13). Foram três dias de workshops no Hospital de Base (HB) e no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), com a presença de chefes setoriais e de auxiliares de atendimento dos dois hospitais e das seis unidades de pronto atendimento (UPAs) do DF. 

“Estamos muito felizes com o envolvimento dos colaboradores. Todos se mostraram comprometidos com a nossa visão de oferecer um atendimento de mais qualidade aos pacientes”, celebrou Larissa Miriam Andrade, assessora da Diretoria de Inovação, Ensino e Pesquisa (Diep) e organizadora do evento.

Ákila Priscila Rocha de Souza, de 30 anos, atua no projeto Humanizar há 1 ano e 2 meses e participou do treinamento no HRSM hoje. “Aprimorei minha capacidade de ouvir e entender as necessidades dos usuários e, dessa forma, ser capaz de ajudá-los de maneira mais precisa”, acrescentou.

Para Thiago Braga, auxiliar de atendimento no Hospital de Base, o circuito de oficinas trouxe uma nova perspectiva de atuação quanto ao trabalho já realizado. “O evento foi bastante proveitoso, com palestras de profissionais de qualidade. O meu desejo é que esse conhecimento possa se propagar por todas as unidades e que sejamos referência em atendimento humanizado.”  

oficinas humanizar último dia HRSMSobre o Humanizar

Criado em 19 de novembro de 2019, o projeto Humanizar segue as diretrizes estabelecidas pela Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde. A proposta é melhorar a relação entre pacientes, familiares e profissionais com acolhimento logo às portas de entrada das unidades de saúde.

Inicialmente, foi implementado no Hospital de Base, sendo depois levado para o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e para as seis UPAs. Atualmente o projeto é composto por 111 colaboradores, entre gestores, consultores, analistas e auxiliares.

Edição: Marina Mercante

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br