IGESDF comemora 2 anos do Projeto Humanizar

Iniciativa oferece acolhimento aos pacientes que chegam às unidades de saúde administradas pelo instituto

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Projeto Humanizar implantado pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF) nas unidades de saúde completou dois anos de funcionamento nesta quarta-feira (17). A iniciativa coordenada pela Diretoria de Inovação, Ensino e Pesquisa (DIEP) do IGESDF consiste em oferecer apoio e acolhimento por profissionais treinados aos pacientes nas emergências e ambulatórios do Hospital de Base (HB), Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e unidades de pronto atendimento (UPAs) do DF.

“Quando se estamos tratando bem um paciente dentro de um hospital, estamos respeitando a sua dignidade. Nesse sentindo, veio o Projeto Humanizar para dar às unidades de saúde não só o local de cura e tratamento, mas um local de acolhimento de pessoas”, ressaltou o diretor-presidente do IGESDF, Gislei Morais, durante a cerimônia realizada no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), na 903 Sul.

A primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, é madrinha do projeto. Ela ressaltou que humanizar o atendimento hospitalar contribui para reduzir o sofrimento de quem está doente e precisa de orientação.

“Vocês não vão trabalhar olhando as pessoas de maneira igual. Ora, vão trabalhar simplesmente orientando. Outras vezes, precisam olhar de forma diferente e se compadecer com a dor do paciente, resolvendo as demandes e minimizando o sofrimento, o que tranqüiliza um pouco mais”, disse Mayara Rocha.

Arlene da Conceição Barbosa, 49 anos, é uma das colaboradoras do projeto. Ela mora em Samambaia e trabalha no Hospital de Base (HB). Para ela, humanizar é tratar pessoas como você gostaria de ser tratado. “E quando o paciente vem, muitas vezes idosos ou que não sabe ler, fico muito feliz quando posso ajudar, dar carinho e atenção”, relata.

Além de participar da cerimônia, em celebração ao aniversário os profissionais participarão de treinamentos. O primeiro é “Motivação e auto responsabilidade”, ministrado pelo mestre em Gestão de Pessoas Wendel Luz. O segundo é sobre postura e imagem corporal, que terá à frente a sargento do Corpo de Bombeiros Militar, Tayane Cynthia.

HUMANIZAR – O projeto tem como objetivo oferecer acolhimento humanizado nas portas das emergências, recepções e ambulatórios com profissionais treinados que fazem a escuta qualificada dos pacientes, sanam dúvidas e orientam para resolução de demandas de forma mais rápida.

FUNCIONAMENTO – O projeto é vinculado ao Núcleo de Humanização da DIEP. Atualmente, a equipe do Humanizar é composta por 69 profissionais, entre eles, auxiliares, analistas e chefias de núcleo. Eles atuam na recepção e nas emergências do Hospital de Base, do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e de todas as unidades de pronto atendimento (UPAs). Eles acolhem e orientam os pacientes e familiares. O projeto é norteado por diretrizes estabelecidas pela Política Nacional de Humanização (PNH) do Ministério da Saúde.

Também estavam presentes no evento a gerente da Gestão do Conhecimento e Humanização, Larissa Miriam Reis; o gerente Geral Administrativo, Laércio Lima Luz; e a chefe de Núcleo de Humanização, Mariana Soares de Lacerda.

Reportagem: Ailane Silva

Atendimento à imprensa
Ascom/IGESDF
(61) 3550-9281
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72