IGESDF debate estratégias para planejamento de ações


10/07/2020 - 17h21

Estabelecimento de metas para os próximos meses será determinante para a definição das ações de gestão

Essa semana, os gestores do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) reuniram-se para definir as ações para os próximos meses e debater o planejamento estratégico para o ano de 2021.

Superintendentes e diretores receberam explicações e relatórios sobre várias áreas do instituto e montaram grupos de trabalho a fim de atender as demandas do Contrato de Gestão firmado entre IGESDF e Secretaria de Estado de Saúde.

A programação, organizada pela Diretoria de Planejamento teve como norteador o diretor de planejamento, general Gislei Morais de Oliveira, que destacou a importância de se conhecer o andamento dos setores estratégicos para organização do trabalho e culminou na assinatura de um contrato pelos gestores.

“Nossa ideia foi reunir o grupo para pactuarmos um contrato de objetivos entre nossas áreas para que possamos, ao longo do tempo, desenvolver todos os projetos de modo que faça o instituto ganhar uma configuração perene. Por isso, a importância desse debate que vai estabelecer o quanto já avançamos, nesse pouco tempo de vida do instituto, e também nos auxiliar a otimizar os recursos, para que possamos atender a população da melhor maneira”, afirmou o general.

Para o diretor-presidente do IGESDF, Sergio Costa, a ação demonstra a preocupação dos gestores em, não só investir os recursos de forma adequada, mas, também, fazer previsões de execuções futuras por meio de diagnósticos sólidos para que o serviço oferecido pelo instituto impacte de forma positiva a saúde do Distrito Federal.

“A visão do IGESDF estabelece que nosso objetivo “é ser a instituição que melhor cuida de pessoas no Brasil”. Por isso, nosso compromisso é definir metas e organizar processos que nos permitam atingir esse objetivo. E, nisso, os gestores são os atores com o maior grau de responsabilidade já que é a partir da tomada de decisões estratégicas que poderemos determinar como continuaremos avançando para servir à população do DF”, avaliou.

O presidente salientou também que todos os esforços devem convergir para o mesmo fim, e, as pactuações, comprometem os profissionais na entrega dos resultados.

“Temos que ter consciência que todos os processos devem estar consolidados para que o avanço atenda as expectativas e possamos cumprir nossa missão. Por isso, é importante que o envolvimento seja oficializado e todos estejam reunidos nos mesmo propósito”, pontuou Sergio.

 

Texto: Leilane Oliveira/Agência IGESDF

Fotos: Davidyson Damasceno/Agência IGESDF