Informe sobre o coronavírus no Distrito Federal, dia 18 de março, às 18h


19/03/2020 - 08h42

AGÊNCIA BRASÍLIA*
A Secretaria de Saúde do Distrito Federal, por meio do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Gecamp/CIEVS), vem monitorando diariamente a situação epidemiológica mundial e nacional referente à Covid-19. No dia 28/02 foi ativado o COE-Covid-19-DF, que é uma estrutura operacional para gerenciamento da epidemia mundial, no Distrito Federal. Uma das funções do COE-Covid-19-DF é o monitoramento diário dos casos suspeitos detectados do Distrito Federal e adoção das medidas indicadas.

O primeiro caso confirmado de Covid-19 no Distrito Federal foi no dia 05/03. De acordo com este monitoramento a situação atual no Distrito Federal é a que segue:

Quadro 1. Número de casos notificados para Covid-19. Brasília, 18 de março de 2020.

Casos Notificados Total
Em investigação Confirmados Descartados
174 36* 107 317
*5 com transmissão local.

Ver definição de caso suspeito aqui.

No cenário mundial, vem ocorrendo um aumento no número de casos, totalizando 179.111 casos desde o início da epidemia até o dia 17/03. Enquanto na China, que responde por mais de 50% dos casos, se observa uma redução no número de casos novos da doença, nos demais países vem se registrando aumento.

O Ministério da Saúde passou a tomar como base para definição de casos suspeitos viajantes de todos os países. No dia 25/02 foi confirmado o primeiro caso de Covid-19 no país, de um paciente procedente da Itália.

A Secretaria de Saúde do DF enfatiza as medidas que constam no Plano de Contingência para Epidemia da Doença pelo Coronavirus 2019 (Covid-19) do Distrito Federal.

Os casos suspeitos de Covid-19 deverão ser notificados na plataforma RedCap, acessada pelo endereço http://bit.ly/notificaCOVID19

Informamos que desde a sexta-feira, dia 13/03/2020, o banco de dados e o sistema de notificação do Formsus2 (RedCAP) do Ministério da Saúde está instável, o que provoca divergência com os dados do DF.

Observação:

Transmissão Local – quando a contaminação se dá por pessoa que entrou em contato com algum viajante positivo
Transmissão comunitária – quando não é possível definir como foi feita a transmissão.