SALVAR VIDAS É O NOSSO COMPROMISSO.

Mães ganham enxovais para bebês internados no Hospital de Santa Maria

Ao todo, 27 kits de pijamas e polvos de crochê foram doados pelo grupo voluntário Mãos do Bem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Thaís Umbelino

Imagem cedida à Ascom/IGESDF

A equipe da maternidade do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) distribuiu 27 enxovais – compostos por roupas, sapatinhos e polvos de crochê – para mães de bebês internados na Maternidade e na Unidade de Cuidados Intermediários (UCIN) da unidade, que é administrada pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF). Doados na semana passada pelo grupo voluntário e parceiro Mãos do Bem, a ação proporcionou mais aconchego para os pequenos.

“Tentamos cada dia mais tornar esse período de internação mais acolhedor, e as doações dos enxovais pelas Mãos do Bem possibilitam isso”, declara a gerente da Maternidade, Ivonete Rodrigues. “Com essa ação, estamos cuidando não apenas da saúde, mas promovendo o vínculo mãe e bebê. É muito gratificante ver o sorriso e a alegria no olhar de cada uma delas quando entregamos os kits”, completou.

Terapia

O polvo trata-se da criação de um brinquedo feito de crochê que é colocado na incubadora dos recém-nascidos. O formato em espiral dos tentáculos é inspirado em um cordão umbilical. A ideia é que o polvo lembre o útero materno, fazendo com que o bebê sinta-se mais seguro e confortável, ajudando na recuperação dos sinais vitais dos bebês.

Assim, os kits também contribuem para que a equipe de Terapia Ocupacional, que atua na Unidade de Neonatologia, realize atividades voltadas para mãe e bebê.

“Nosso objetivo é tornar um ambiente mais leve e tirar das mães aquela sensação de impotência e culpa devido à internação do bebê”, explica a terapeuta ocupacional (TO) da unidade, Maria Helena Fonseca.

Entre as atividades realizadas na unidade de Neonatologia pela TO está a reunião do acolhimento para trabalhar a relação materno-infantil. “Abordamos a promoção do vínculo da mãe com o bebê, a partir de uma atividade em que elas têm que cuidar dos polvos de crochê”, relata Maria. “Também entregamos alguns kits como premiação para as mais que se destacam durante os cuidados com os filhos”, completa.

Imagem cedida à Ascom/IGESDF

Solidariedade

A missão de ajudar os pequenos pacientes e as mães internados no HRSM e em outros hospitais públicos é a principal missão do grupo Mãos do Bem, segundo a coordenadora Jessemine Duarte. “Estamos sempre promovendo doações pelo Distrito Federal, para ajudar quem mais precisa”, declara.

O grupo foi fundado no início da pandemia, em março, para ajudar na fabricação de equipamentos de proteção individual (EPIs), que foram doados a unidades de saúde do DF. Depois, o foco passou a ser o público infantil, com a confecção de roupas de enxoval para crianças carentes.

“Tivemos essa ideia, principalmente voltada para as crianças, porque elas são as que mais sentem as dificuldades de uma hospitalização, muitas vezes por não entenderem”, conta Duarte.

Imagem cedida à Ascom/IGESDF

Edição: Ailane Silva

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72