Obras de três UPAs estão mais de 30% concluídas


17/07/2020 - 13h15

Obras da UPA de Ceilândia estão aceleradas.

Construções mais avançadas já registram início de execução de laje

A construção das sete novas Unidades de Pronto Atendimento do DF (UPAs) está em ritmo acelerado em Ceilândia, no Paranoá e em Brazlândia. As estruturas estão com 37%, 34% e 31% concluídas, respectivamente. No Riacho Fundo, estão 24% prontas e no Gama, 19%. Em Vicente Pires e Planaltina, as obras estão iniciando. O investimento total é de R$ 28,1 milhões e as unidades serão entregues gradativamente a partir do final do ano.

UPA de Brazlândia está em etapa avançada para atender a população.

“A entrega das novas UPAs está entre as principais metas do IGESDF para ampliar o acesso da população aos serviços de saúde no DF, especialmente, porque são portas de entrada de urgência e emergência e vão ajudar a desafogar os prontos-socorros dos hospitais no DF”, ressaltou o diretor-presidente do IGESDF, Sergio Costa, ao destacar que o governador Ibaneis Rocha está acompanhando de perto a  evolução das obras.

No Gama, trabalhadores estão em ritmo acelerado para entregar a obra.

Nas três UPAs com obras mais avançadas, já foram finalizadas terraplanagem, fundação, vigas baldrames. Agora, está em conclusão a parte de alvenaria e a supraestrutura (pilares e vigas), bem como sendo iniciada a execução de laje. No Riacho Fundo e Gama, estão prontos terraplanagem, fundação, vigas baldrames e concluindo a parte de alvenaria e supraestrutura.

Obras no Paranoá.
Obras no Riacho Fundo II.

A área construída de cada unidade é de aproximadamente 1,2 mil metros quadrados. Cada UPA terá capacidade de atender 4,5 mil pessoas por mês, totalizando 31.500 mil nas sete unidades. Ao todo, o reforço será de 42 leitos de observação, 14 de emergência e sete de isolamentos.

As UPAs terão área para classificação de risco e primeiro atendimento; consultórios; salas de urgência; seis leitos de observação e um leito de isolamento. Também há área destinada para nove poltronas de medicação, hidratação e inalação. Para reforçar essa estrutura, o IGESDF vai aplicar R$ 7 milhões na compra de equipamentos médico-hospitalares.

 

Divulgação.

 

Confira o endereço das novas UPAs:

 

– Brazlândia (Vila São José, Q 37, AE 1, Posto de Saúde).

– Paranoá (Paranoá Parque Quadra Comercial 1 AE 4 EPC).

– Gama (Setor de Indústria QI 7, Área Reservada 2).

– Ceilândia (Expansão do Setor O, QNO 21, AE D).

– Vicente Pires (Rua 10 Chácara 136, Vicente Pires /DF).

– Riacho Fundo II (QN 31 Conjunto 3 Lote 1).

– Planaltina (Setor Habitacional Mestre D’armas, Q 22 MD 1 Lt AE1).

 

Texto: Ailane Silva/Agência IGESDF

Fotos: Davidyson Damasceno/Agência IGESDF