Paciente estrangeira que veio visitar filho no Brasil vence covid e sai do Hospital de Base


04/08/2020 - 17h27

Idosa veio de São Tomé e Príncipe, África,  tem 64 anos e descobriu câncer de estomago também tratado na unidade hospitalar

Uma idosa de 64 anos que veio de São Tomé e Príncipe, país da África, visitar o filho no Brasil, em novembro de 2019, foi diagnosticada com covid-19, mas venceu a doença e recebeu alta, nesta terça-feira (4), após ficar oito dias internada no Hospital de Base (HB).

O filho de Maria Quaresma da Cruz Pimentel Neto , Julwaity Cardoso Neto, 37 anos, também São Tomense, é professor e mora há 15 anos no Brasil, atualmente em Taguatinga. Ele elogiou o atendimento ofertado à mãe na unidade hospitalar, gerido pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF).

Segundo ele, a mãe veio e aproveitou para fazer um check-up na saúde, mas descobriu que precisava fazer uma cirurgia para retirada da vesícula. Depois, descobriu um câncer no estômago tratado no Hospital de Base.

“Ela estava se recuperando bem, mas ela começou a tossir e descobrimos que estava com covid. Ela acabou internada e ficamos em pânico, mas graças a Deus ela está saindo dessa. O atendimento aqui é excelente”, disse o filho.

Julwaity ainda elogiou o documento que autoriza a alta da mãe, onde consta a seguinte frase: “Essa conta foi paga com seus impostos e contribuições sociais”. “Achei muito legal destacar essa informação”, ressaltou.

Fotos: Davidyson Damasceno/ IGESDF