Profissionais do Hospital de Base promovem primeiro curso de cirurgia torácica


10/09/2020 - 17h14

Programação acontece durante toda a semana no centro cirúrgico do HB

 

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) além de ter mantido a prestação de serviços de referência em suas unidades, também tem trabalhado para o desenvolvimento de seus profissionais.

Prova disso, é a realização do I Curso de Cirurgia Torácica Minimamente Invasivo e Parede Torácica que acontece durante toda a semana no Hospital de Base (HB) e está sendo transmitido online.

Coordenado pela médica chefe da unidade de cirurgia torácica do Base, Lucy Anne Lopes Moura Ribeiro, o curso conta com a participação da médica Paula Ugalde que, já fez parte do quadro clínico do HB e, atualmente, exerce suas atividades como cirurgiã torácica e pesquisadora da Universidade Laval – em Quebec, no Canadá.

“Vejo claramente um salto na modernização das instalações e prestação de serviços aqui no HB e, por isso, o IGESDF está de parabéns, pois todos os investimentos e incentivos se revertem, diretamente, na melhoria da assistência”, destaca a médica Paula.

Conforme explica Lucy, as cirurgias torácicas já são feitas, regularmente no Hospital de Base, porém, o uso das técnicas sempre pode ser aprimorado, e, devido ao contexto atual de pandemia, que dificulta a presença física dos estudantes e profissionais, a ideia de fazer o curso on-line foi à solução para a questão.

“Há mais de seis meses a especialidade de cirurgia torácica não é contemplada com congressos ou cursos de forma tão extensa, dinâmica e completa. Por isso, a realização do primeiro curso de cirurgia torácica do HB tem um diferencial muito grande, pois alia, tanto os debates clínicos multidisciplinares, como também a parte prática, com as cirurgias sendo transmitidas ao vivo”, destaca a médica.

Lucy ressalta que a ação, que recebeu a inscrição de cerca de 300 pessoas, entre médicos, estudantes e profissionais multidisciplinares, como fisioterapeutas e fonoaudiólogos de vários estados brasileiros, e de países do continente americano, traz, também, a melhora da qualidade técnica do time de staffs e o auxilia no treinamento das residentes da cirurgia torácica do HB.

“Quando contabilizamos o número de inscritos e os locais aos quais pertencem, verificamos o tamanho da abrangência da nossa ação que está sendo um sucesso e nos permitindo mostrar a qualidade de nosso hospital na área que é referência para as regiões norte, nordeste e centro-oeste do país. Por isso, com apoio irrestrito do IGESDF, nossa ideia é passar a realizá-lo anualmente”, acentua Lucy.

Para o diretor-presidente do IGESDF, Sergio Costa, a troca de informações e conhecimentos é importante e se reverte como ganhos para o paciente que passa a contar com ainda mais qualidade nos atendimentos.

“Com essa reunião entre as especialidades para discussão de casos clínicos e operados, vamos traçando estratégicas para melhorar o serviço que prestamos. Além disso, trazer esse curso da especialidade, que teve como um de seus precursores o médico Manoel Ximenes Netto, que idealizou e montou o serviço da residência médica, traz a luz uma das áreas, principalmente na abordagem da cirurgia de esôfago, em que o serviço de saúde do HB é um dos precursores em Brasília”, enfatiza o presidente.

APOIADORES – O I Curso de Cirurgia Torácica Minimamente Invasivo e Parede Torácica conta com apoio de DMC, Scitech, Rastriall, Medicapro, IGESDF, Clínica Respirar, Fujifilm e Labormed.

Texto: Leilane Oliveira / Agência IGESDF

Fotos: Davidyson Damasceno / Agência IGESDF