Paciente pós-covid terá reabilitação no Hospital de Base


06/11/2020 - 11h55

Diretor-presidente do Iges-DF assinou acordo para implantar projeto de reabilitação voltado a pessoas que se infectaram com coronavírus

Azelma Rodrigues

O diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), Paulo Ricardo Silva, assinou, nesta quinta-feira (5), em São Paulo, acordo para que o Hospital de Base (HB) participe do projeto Reab pós Covid-19. A ideia é alinhar fluxos de atendimento para reabilitar pessoas que se infectaram com o coronavírus.

“O Base foi escolhido entre 6,5 mil hospitais no Brasil para estar entre os cinco do projeto”, destacou Paulo Ricardo Silva, diretor-presidente do Iges (segundo, da esquerda para a direita)

O projeto é parte do programa ProadiSUS, do Ministério da Saúde, executado pelo Hospital Sírio-Libanês. O Hospital de Base foi escolhido para início da ação, com duração de seis meses. Também participarão o Hospital Geral de Fortaleza, o Hospital Geral de Palmas, o Hospital de Contagem e o Hospital do Trabalho de Curitiba.

O protocolo de reabilitação vai envolver uma equipe multidisciplinar. “Não só para salvar o paciente, mas entregá-lo à sociedade reabilitado para retomar suas atividades”, disse Paulo Ricardo. “O Iges-DF sai na frente, porque o Base foi escolhido, entre 6,5 mil hospitais no Brasil, para estar entre os cinco do projeto, um de cada região do país”, acrescentou.

O diretor-presidente do Iges fez uma exposição sobre o compromisso do Hospital de Base com uma assistência integral humanizada de serviço de saúde de alta complexidade, aliada à produção de conhecimento. Também estiveram no evento de São Paulo o superintendente do HB, Lucas Seixas, e a diretora de Ensino e Pesquisa do instituto, Emanuela Ferraz.

Edição: Marina Mercante

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br