Revista científica do Iges: esperada por gerações de profissionais

Lançada em meio a lágrimas e aplausos, Saúde e Inovação joga luz à importância da ciência para a sociedade

Ederson Marques
11/12/2020 - 16h16

Emoção, lágrimas, entusiasmo e alegria. Nesse clima foi lançada, nesta sexta-feira (11), uma publicação aguardada por diversas gerações de profissionais do Hospital de Base (HB): a revista Saúde e Inovação, editada pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF). Por causa da pandemia, o evento foi transmitido on-line.

O primeiro a receber um exemplar da revista foi o cardiologista do HB e professor da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), Osório Luis Rangel de Almeida. Há 43 anos, ele atende pacientes na unidade do Iges, o que o torna testemunha ocular de todo o trabalho para que a revista se tornasse realidade.

O cardiologista do HB Osório Luis de Almeida recebeu exemplar da revista Saúde e Inovação das mãos do presidente do Iges-DF, Paulo Ricardo Silva
O cardiologista do HB Osório Luis de Almeida recebeu exemplar da revista Saúde e Inovação das mãos do presidente do Iges-DF, Paulo Ricardo Silva

“Olho para trás e vejo a grandiosidade deste dia. Quanta gente boa trabalhou para que ele chegasse. Companheiros meus de longa data”, recordou. “Muitos não estão mais aqui, mas tenho certeza de que estão aplaudindo do lugar em que se encontram”, afirmou, emocionado.

Veja a versão on-line da primeira edição da revista científica Saúde e Inovação.

A emoção de Osório Luis não é um acaso. O HB completou 60 anos em 19 de setembro deste ano. A revista é um presente mais que especial para quem fez parte dessa história e para aqueles que hoje executam suas tarefas no dia a dia da unidade. “Em todos esses anos aqui no Base, fico feliz em estar presente nesse momento de exaltação da ciência. A ciência só busca uma coisa: a verdade”, enfatizou Osório. “E se a gente fizer o certo, as coisas acontecem, e o sucesso é garantido.”

O presidente do Iges, Paulo Ricardo Silva, lembrou a relação do hospital com Brasília. “O que vivemos, hoje, começou há muitos anos. A história do Base confunde-se com a de Brasília e do Brasil”, destacou. “Atendemos brasileiro de todos os Estados, e isso não é por acaso”, reforçou.

Apoio na tomada de decisões

Evento de lançamento da revista Saúde e Inovação, em auditório do Hospital de Base
Evento de lançamento da revista Saúde e Inovação, em auditório do Hospital de Base

Paulo Ricardo explicou ainda que a revista ajudará na tomada de decisões relacionadas à saúde pública. “A pesquisa é algo fundamental na saúde. Com ela, podemos planejar e executar de maneira mais assertiva. Por isso, o ensino e a pesquisa continuam como marco forte da nossa instituição.”

Na mesma linha, o diretor da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (UnB), Laudimar Alves de Oliveira, disse que a revista Saúde e Inovação será vitrine para o que os profissionais fazem no DF. “Toda vez que temos um movimento que joga luz à ciência, é motivo de comemoração”, comentou. “Estamos certos de que o dia de hoje será um marco para a ciência da nossa capital.”

Clique e veja galeria de imagens do lançamento.

Cecília Leite Oliveira, diretora do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), considerou o “lançamento como um evento muito positivo, principalmente neste momento tão delicado para a ciência”. O IBICT ofereceu apoio técnico ao Iges para a produção da revista científica.

O diretor-executivo da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências de Saúde (Fepecs), Carlos Humberto Spezia, ressaltou que não há outro caminho para melhorar a vida senão a ciência. “Pensar a pesquisa é pensar a vida. Existe essa relação direta. Um copo, uma mesa, uma toalha… Tudo é resultado de um processo de pesquisa”, exemplificou.

Parcerias importantes

Primeira versão da revista Saúde e Inovação foi impressa, mas próximas serão on-line
Primeira versão foi impressa, mas próximas serão on-line

O superintendente do Centro de Inovação, Ensino e Pesquisa (Ciep) do Iges-DF, Denilson Campello Santos, aproveitou para lembrar as parcerias que viabilizaram a edição da revista científica. Ele citou o IBICT e a Fepecs como parceiros de primeira ordem. E foi além: “Juntos, vamos fazer muito pelo DF. A revista já é realidade e, logo, estará nas mãos de pesquisadores, de universidades e de todos aqueles que fazem da ciência uma luz para o mundo”.

A periodicidade da revista será contínua, ou seja, de divulgação on-line. O site da revista também será o meio para que profissionais e estudantes submetam seus trabalhos ao corpo técnico.

Edição: Marina Mercante

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br