SALVAR VIDAS É O NOSSO COMPROMISSO.

Hospital de Base fará 100 cirurgias de próstata pelo Novembro Azul

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Força-tarefa envolverá quase 200 profissionais. Meta é atender demanda represada pela pandemia

Ederson Marques

Com a meta de atender cerca de 100 pacientes que estão na fila da Secretaria de Saúde, o Hospital de Base (HB) iniciou, em 1º de novembro, um grande mutirão de cirurgias urológicas em alusão ao Novembro Azul, campanha mundial de conscientização para a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

> Leia também: Novembro Azul alerta para o combate ao câncer de próstata

O superintendente do HB, Lucas Seixas, informa que estão envolvidos na força-tarefa 185 profissionais — 25 médicos, 80 enfermeiros, 30 anestesistas e outros 50 profissionais do operacional. “Temos todos os insumos necessários para a realização dessas cirurgias”, conta. “Nosso objetivo é amenizar a luta dos pacientes que ficaram na espera por causa da pandemia da covid-19”, diz.

Duas salas foram reservadas para as cirurgias urológicas no Hospital de Base

Para os atendimentos, foram reservadas duas salas cirúrgicas. Uma funcionará de segunda-feira a domingo pela manhã, à tarde e à noite. Às terças-feiras, as duas receberão pacientes da Unidade de Urologia. “Queremos ajudar o máximo de pessoas e da melhor forma possível, ou seja, com a segurança e a qualidade no atendimento que os especialistas do Hospital de Base oferecem”, destaca o superintendente.

De acordo com o Atlas de Mortalidade por Câncer, do Ministério da Saúde de 2018, que é a edição mais atualizada do documento, 15.576 brasileiros morreram de câncer de próstata naquele ano. Desses, 153 eram moradores do Distrito Federal.

Ampliação no atendimento de câncer

O Hospital de Base se prepara também para ampliar o atendimento e o acesso ao tratamento de câncer em 2021. A ideia é ofertar as dez linhas de cuidados para os tumores sólidos e o transplante de medula óssea (TMO). “Isso garantirá ainda mais agilidade, qualidade e segurança do início ao fim do tratamento de cada paciente”, prevê Lucas Seixas.

Assista ao vídeo

Edição: Marina Mercante
Foto: Davidyson Damasceno

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-9281
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72