SALVAR VIDAS É O NOSSO COMPROMISSO.

Hospital de Base e HRSM realizaram 13 mil cirurgias até outubro

Balanço do Iges mostra que, apesar da covid-19, equipes se esforçaram para atender pacientes de outras enfermidades

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Ailane Silva

Mais de 13 mil cirurgias foram realizadas, ao todo, no Hospital de Base (HB) e no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) de janeiro a outubro de 2020. O número consta do balanço parcial do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), que administra as unidades.

Forças-tarefas de cirurgias começaram em julho e beneficiaram pacientes de diversas áreas
Forças-tarefas de cirurgias começaram em julho e beneficiaram pacientes de diversas áreas

“Neste ano, lutamos muito para salvar vidas de pacientes com covid-19, mas não deixamos de fazer um grande esforço, que contou com a dedicação dos profissionais de saúde, para atender quem precisava de cirurgias para tratar outras doenças”, ressalta o presidente do Iges, Paulo Ricardo Silva.

O gestor lembra que uma série de ações foi feita para alcançar os números das cirurgias. “Tivemos muitos gastos não previstos, mas conseguimos manter medicamentos e itens hospitalares abastecidos e contratar profissionais. Com isso, foi possível, inclusive, fazer uma força-tarefa de cirurgias no Hospital de Base para reduzir a fila de quem estava aguardando.”

Cirurgias de emergência ou eletivas

O Hospital de Base foi responsável pela maior parte dos procedimentos cirúrgicos, em razão de ter maior estrutura e capacidade de resposta. De janeiro a outubro, foram realizadas 8.855 operações, sendo 4.758 de emergência e 4.097 eletivas (agendadas).

As forças-tarefas de cirurgias começaram em julho e beneficiaram 220 pacientes de hemodinâmica, 109 de ortopedia, 62 de urologia, 42 de cateterismo, 34 cardíacos, 30 de câncer de mama, 35 de ginecologia oncológica e 100 de câncer de próstata. “Na área da oncologia, ações permitiram zerar a fila de espera do Hospital de Base de pacientes com câncer de mama em outubro e com câncer de próstata em novembro”, comemora o superintendente do HB, Lucas Seixas.

Em Santa Maria, o balanço parcial aponta 4.219 cirurgias feitas, sendo 3.347 de emergência e 872 eletivas. Os procedimentos foram principalmente nas especialidades ginecológica, ortopédica e de cirurgia-geral. “Conseguimos alcançar esse volume, apesar de o HRSM ter destinado grande parte dos leitos e serviços para atendimento da covid-19”, salienta o superintendente da unidade, Willy Pereira da Silva Filho.

Edição: Marina Mercante

Atendimento à imprensa
Ascom/Iges-DF
(61) 3550-8810
imprensa@igesdf.org.br

Compartilhe esta notícia pelo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nossas redes:

IGESDF | SMHS - Área Especial - Quadra 101 - Brasília - DF | CEP: 70.335-900 | CNPJ: 28.481.233/0001-72